Noticias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
  • 32
  • 33
  • 34
  • 35
  • 36
  • 37
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43
  • 44
  • 45
  • 46
  • 47
  • 48
  • 49
  • 50
  • 51
  • 52
  • 53
  • 54
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • 60
  • 61
  • 62
  • 63
  • 64
  • 65
  • 66
  • 67
  • 68
  • 69
  • 70
  • 71
  • 72
  • 73
  • 74
  • 75
  • 76
  • 77
  • 78
  • 79
  • 80
  • 81
  • 82
  • 83
  • 84
  • 85
  • 86
  • 87
  • 88
  • 89
  • 90
  • 91
  • 92
  • 93
  • 94
  • 95
  • 96
  • 97
  • 98
  • 99
  • 100
  • 101
  • 102
  • 103
  • 104
  • 105
  • 106
  • 107
  • 108
  • 109
  • 110
  • 111
  • 112
  • 113
  • 114
  • 115
  • 116
  • 117
  • 118
  • 119
  • 120
  • 121
  • 122
  • 123
  • 124
  • 125
  • 126
  • 127
  • 128
  • 129
  • 130
  • 131
  • 132
  • 133
  • 134
  • 135
  • 136
  • 137
  • 138
  • 139
  • 140
  • 141
  • 142
  • 143
  • 144
  • 145
  • 146
  • 147
  • 148
  • 149
  • 150
  • 151
  • 152
  • 153
  • 154
  • 155
  • 156
  • 157
  • 158
  • 159
  • 160
  • 161
  • 162
  • 163
  • 164
  • 165
  • 166
  • 167
  • 168
  • 169
  • 170
  • 171
  • 172
  • 173
  • 174
  • 175
  • 176
  • 177
  • 178
  • 179
  • 180
  • 181
  • 182
  • 183
  • 184
  • 185
  • 186
  • 187
  • 188
  • 189
  • 190
  • 191
  • 192
  • 193
  • 194
  • 195
  • 196
  • 197
  • 198
  • 199
  • 200
  • 201
  • 202
  • 203
  • 204
  • 205
  • 206
  • 207
  • 208
  • 209
  • 210
  • 211
  • 212
  • 213
  • 214
  • 215
  • 216
  • 217
  • 218
  • 219
  • 220
  • 221
  • 222
  • 223
  • 224
  • 225
  • 226
  • 227
  • 228
  • 229
  • 230
  • 231
  • 232
  • 233
  • 234
  • 235
  • 236
  • 237
  • 238
  • 239
  • 240
  • 241
  • 242
  • 243
  • 244
  • 245
  • 246
  • 247
  • 248
  • 249
  • 250
  • 251
  • 252
  • 253
  • 254
  • 255
  • 256
  • 257
  • 258
  • 259
  • 260
  • 261
  • 262
  • 263
  • 264
  • 265
  • 266
  • 267
  • 268
  • 269

Palestra sobre a reforma da Previdência demostra ofensiva as garantias sociais dos docentes

Pela manhã, em Alegre, foi servido um café da manhã para categoria.

Participaram como palestrantes o presidente e o Tesoureiro da Adufes, José Antônio da Rocha Pinto e Leonardo Dutra, respectivamente. Antes de tratar do Projeto que altera o sistema da Previdência, a diretoria também abordou a Medida Provisória (MP) 873, que restringe a arrecadação das entidades sindicais. O evento ocorreu no auditório Prédio Central. Veja aqui os slides utilizados durante a atividade.

Leonardo apresentou os dados referentes às receitas e despesas do sindicato e discutiu a MP, que entre outras questões, veda “o desconto em folha dos/as sindicalizados/as. Recentemente a 6ª Vara Federal Cível de Vitória proferiu liminar que mantém o desconto das mensalidades sindicais em folha.  A Medida Provisória 873/2019 foi editada pelo governo Bolsonaro às vésperas do Carnaval. 

Previdência social em risco. Durante a atividade, que também ganhou caráter de consultoria, além das principaiscaf da manh Alegre perdas que os servidores públicos poderão ter caso seja aprovada a PEC 06, com a Reforma da Previdência, foi destacado que a estratégia de retirada de direitos é usada para forçar os servidores a procurar por fundos complementares.

“Cada trabalhador escolhe um banco ou um fundo de pensão, coloca a contribuição definida e sua aposentadoria no futuro vai depender do desempenho do mercado financeiro”, explicou Dutra, destacando que nesse modelo as contribuições são definidas, mas o retorno não.

Reforma. Para o presidente da Adufes, o principal marco da previdência ocorreu em 2003, quando houve a perda da integralidade e da paridade da aposentadoria para quem ingressou a partir de 2004 no serviço público e introdução do Regime de Previdência complementar. “O ataque à previdência pública está relacionado à implantação do regime privado, pois a proposta é de que os servidores complementem sua remuneração para ficar acima do teto do INSS”.

A contrarreforma apresentada por Bolsonaro consegue ser pior do que as mudanças anteriores. A PEC, institui a idade mínima de aposentadoria de 65 (homens) e 62 (mulheres), além de 25 anos de contribuição, 10 anos de serviço e 5 anos no cargo que se der a aposentadoria. A compulsória será concedida aos 75 anos.

Regra por invalidez. Outra crueldade da contrarreforma são as mudanças de regras para aposentadoria por invalidez. “Caso a PEC seja aprovada, deixa de existir aposentadoria por doença grave para servidores públicos”, comentou preocupado, pois acredita que passe a existir servidores sem condições mínimas de trabalhar que terão o direito à aposentadoria negado.

Rocha AlegreSegundo Rocha, é preciso fortalecer a luta para derrubar a Reforma da Previdência. “Precisamos pressionar os parlamentares para que votem contra a proposta da Reforma de Bolsonaro”, encerrou agradecendo a todos e a todas que contribuíram com o debate.

Funpresp. Recentemente, o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) encaminhou as/aos servidores a informação de que a adesão ao Regime de Previdência Complementar (RPC) Funpresp ainda poderia ser realizado. “O ANDES-SN orientou que os/as docentes avaliem as condições individuais e as pretensões de cada docente no seu planejamento previdenciário”, esclareceu Rocha, destacando a importância dos/as professores/as procurarem o jurídico do sindicato antes de tomar a decisão.

Avaliação do evento. De acordo com o professor do Departamento de Medicina Veterinária do Centro de Ciências CentroAline Alegre de Ciências Agrárias e Engenharias (CCAE), Aline de Menezes Bregonci, o evento ajudou a esclarece muitas dúvidas. “O debate foi importantíssimo porque apresentou de forma detalhada as principais informações sobre a contrarreforma da previdência para os/as professores/as federais”, disse parabenizando a iniciativa. A palestra ocorreu na última quinta, 28/03.

Fonte: Adufes

ANDES