“Justiça e Democracia” debate presença da PM na Ufes

A atividade será na sexta-feira(21), às 18 horas, na sede da Adufes/campus de Goiabeiras, em Vitória, e terá como palestrante o professor da UERJ e juiz João Batista Damasceno, integrante da Associação de Juízes para a Democracia (AJB). Após o debate, haverá o tradicional happy hour do Sindicato.

A Adufes, juntamente com o Conselho Estadual de Direitos Humanos (CEDH), o Círculo Palmarino, os Cursinhos Afirmação e o Fórum Capixaba de Lutas Sociais, promovem a primeira atividade que visa se contrapor ao convênio firmado no final de junho entre a Ufes e a Polícia Militar. O contrato, no valor de R$ 4 milhões, foi assinado à revelia da comunidade acadêmica e dos Conselhos Superiores da instituição. Salários e equipamentos a serem utilizados pelos 120 PMs da reserva serão custeados pela Ufes.

“É uma enorme falácia dizer que a presença da polícia nos campi seja  sinônimo de segurança.  Temos vários exemplos de fracassos em instituições de ensino, caso da USP,  onde não houve redução dos crimes e a presença militar só serviu para intimidar a comunidade acadêmica”, ressalta o presidente da Adufes, José Antônio da Rocha Pinto.

Justiça e Democracia. O debate de sexta-feira (21) terá como palestrante o doutor em Ciência Política e juiz de Direito João Batista Damasceno. Professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Damasceno é defensor da justiça, dos direitos humanos e da democracia. Ele integra ainda a Associação dos Juízes para a Democracia/AJD, da qual já foi coordenador.

Acompanhe as atividades no site e redes sociais da Adufes e na página do evento  https://www.facebook.com/events/236930740322034/

Fonte: Adufes

ANDES