Aulas abertas, panfletagens, ocupação da Ufes: 15M segue com mobilização


Vários municípios capixabas amanheceram nesta quarta-feira, 15, cercados de protestos de estudantes, pais e profissionais da área educacional. Na capital, professores, estudantes e técnicos da Universidade Federal do ES (Ufes) começaram o dia fazendo panfletagem na avenida Fernando Ferrari, em frente ao campus de Goiabeiras. As manifestações ocorrem após o anúncio de cortes e bloqueios pelo ministério da Educação no governo Jair Bolsonaro.

No interior do Estado, em São Mateus (norte do ES), a comunidade acadêmica do Ceunes/Ufes, do Ifes, secundaristas e a Via campesina fecharam a BR 101. O ato contou com a participação de mais de 300 pessoas. Reforçando a luta, estudantes da unidade do Ifes, em Vila Velha, protestaram em frente à unidade, o mesmo ocorreu em outros municípios.

Aulas nas ruas.  Várias aulas abertas estão na programação do dia da Greve Geral da Educação.  Foram realizadas aulas públicas no Centro de Ciência Jurídicas e Econômicas (CCJE) da Ufes, no campus de Maruípe e outra na Praça de Jardim da Penha. No Centro de Vitória, alunos de Psicologia levaram para a Praça Costa Pereira a exposição “Balbúrdia Universitária na Rua: Psicologia, o que tenho a ver”? A mostra levou projetos de extensão do curso.

Ocupação estudantes. Para garantir a paralisação em defesa da educação pública e contra os cortes que estão sendo implementados pelo atual (des) governo do presidente Jair Bolsonaro, alunos dos cursos de Ciências Sociais, Geografia, Filosofia, Direito e Biologia da Ufes  ocuparam o IC2, um dos prédios do Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN) da Ufes.

Com o lema "essa balbúrdia vai salvar a educação", a ação foi decidida em assembleia estudantil e os alunos se revezam para manter as atividades da ocupação. Pintura de faixas, confecção de cartazes, aula pública "educação sequestrada: um diálogo sobre o corte de verbas na educação no atual governo", roda de conversa sobre o corte de verba na educação estão na lista do dia.

Na programação da greve durante esta tarde consta a Mostra Balbúrdia (13 às 16h), aulas públicas, panfletagens e ato público no final da tarde, com concentração às 16h30, em frente ao Teatro Universitário..

Fonte: Adufes

ANDES