#13A Comunidade acadêmica da Ufes e Ifes mobilizada para o 13A

Amanhã,  terça-feira - 13 de agosto (#13A), é Dia Nacional de Greve em Defesa da Educação e contra a Reforma da Previdência. Entre as ações da data estão aulas abertas e ato público com previsão de início às 16 horas,  no campus Goiabeiras e do Ifes.#GreveGeral 
 #TsunamiDaEducacao

Com a greve dos rodoviários, os campi na Grande Vitória estiveram bem menos movimentados neste primeiro dia de volta às aulas.Mesmo assim, ao longo de todo o dia, um grupo de professores, estudantes e técnicos administrativos realizou atividades nos campi de Goiabeiras e Maruípe, em Vitória, para dialogar com a comunidade local.

O mesmo trabalho vem sendo feito há vários dias em feiras livres, terminais rodoviários, aeroporto, praças e outros locais de grande circulação na Grande Vitória. Panfletos distribuídos citam os principais ataques e os motivos do dia de Greve Nacional da Educação, deflagrada contra o projeto "Future-se" e os cortes na educação pública. O movimento nacional conta com adesão de diversas outras categorias de trabalhadores e trabalhadoras que vão às ruas contra a Reforma da Previdência - que foi encaminhada para votação no Senado Federal - , e por mais empregos .

“Os ataques de Bolsonaro à Educação e aos direitos da população não param, por isso da importância de estarmos nas ruas para dizer Não aos absurdos desse governo”, diz o presidente da Adufes, José Antônio da Rocha Pinto.  Docentes da Ufes deliberam pela paralisação no 13 de agosto – Greve Nacional da Educação

Aulas públicas. A programação para a Greve Nacional da Educação prevê panfletagens nos portões do campus de Goiabeiras e nos próprios semáforos da avenida Fernando Ferrari. Já as aulas públicas serão realizadas durante o dia nos campi de Vitória e Centro Universitário Norte (Ceunes), em São Mateus.

Com o tema "A necessidade de defender a Ufes contra o Future-se" , a comunidade do Ceunes realizará debate pela manhã ( às 10 horas) e na parte da tarde (às 16h). A atividade será na sala 14, eixo III. Como parte dos protestos em defesa da educação, os docentes e estudantes organizam ainda uma panfletagem, às 12 horas, no Centro da Cidade.

Em Vitória, a aula pública para discussão sobre o novo programa do MEC  que vem para destruir a universidade brasileira será às 13h30. Com o tema  “Há Futuro para a Universidade Pública com o Future-se?”, a aula será realizada no Centro Acadêmico de Ciências Sociais pela professora Lívia Godoi.

Outra aula aberta que servirá para reflexão da comunidade acadêmica terá como tema “O Caráter Social da Universidade Pública”.  A atividade será ministrada por docentes do coletivo Professores em Movimento, e ocorrerá às 15h em frente ao prédio Bernardete Lyra ( entre o IC2 e o IC3).

Fonte: Adufes 

ANDES