Nesta terça (10): Assembleia debate adesão dos docentes em paralisação de 48 horas

A plenária, que será realizada às 16 horas, irá debater ações de enfrentamento a política de cortes de verbas à Universidade e votar a participação dos/as docentes na greve.

O indicativo paredista é uma orientação do Setor das Instituições Federais de Ensino (Ifes) do ANDES-SN, com data prevista a segunda quinzena deste mês. A construção e a adesão à paralisação pelas Seções Sindicais deverão ocorrer em rodadas de assembleias até dia 10 de setembro.

O Sindicato Nacional também aprovou a realização de um dia de "universidade de portas abertas" antes da paralisação. As atividades de luta buscam enfrentar a conjuntura de ataques à educação pública - com os cortes no orçamento e o programa Future-se – além do projeto de reforma da Previdência.

O presidente da Adufes, José Antônio da Rocha Pinto, destaca que durante a assembleia serão dados informes sobre a situação da Ufes e a mobilização nacional. “É fundamental a construção de ações unitárias contra os ataques à educação e a ampla participação dos/as docentes”, disse.

O estrangulamento no orçamento da Ufes aprofunda a precarização das condições de trabalho de docentes e técnicos e compromete o acesso e permanência de estudantes da graduação e pós.

Fonte: Adufes

ANDES