Adufes realiza reuniões com Conselho de Representantes e com o GT de Política Educacional

As reuniões trataram da nova etapa de campanha de solidariedade e ações de enfrentamento ao ensino remoto na Ufes.

Conselho de Representantes indica liberação de recursos para ações junto a comunidades. A reunião ocorreu de forma virtual no dia 4 de junho e contou com a presença de conselheiras e conselheiros de diversos Centros da Ufes.

Durante o encontro, o Conselho de Representantes (CR) destacou que as ações de solidariedade em curso são fundamentais para o enfrentamento da Covid-19 no ES. A proposta foi de realocação do saldo de recursos financeiros da festa junina (o que não foi utilizado da 1ª rodada, com estudantes) e novo aporte de recursos (25% da festa dos professores).

Órgão consultivo e deliberativo, subordinado hierarquicamente à assembleia, o CR possui a tarefa de articular as demandas dos docentes de cada local de trabalho da Ufes e formular políticas gerais e específicas do sindicato. Na avaliação da presidenta da Adufes, Ana Carolina Galvão, é fundamental o envolvimento das/os conselheiras/os, sobretudo neste contexto de pandemia.

“A diretoria vem trabalhando para garantir os direitos das/dos docentes, também se colocando aberta para ouvir a base por meio das conselheiras e dos conselheiros”, destacou Ana.  Ela reforçou que a transparência no desenvolvimento das ações do sindicato e na utilização de recursos é fundamental. 

GT de Política Educacional (GTPE). O Grupo de Trabalho se reuniu após encontro virtual do GTPE nacional e aprovou a organização de um material que analise os planos de biossegurança, contingência e enquetes da Ufes. Com o calendário acadêmico oficialmente em vigor e diante das discussões sobre o retorno das atividades, o GT avaliou ser fundamental que a Adufes reforce a luta por políticas para os períodos de pandemia e pós-pandemia que não acarretem a exclusão e não aprofundem a precarização das condições de trabalho de docentes e técnicas/os.

Também serão abordadas as normativas, as regulamentações sobre EaD, as implicações políticas e pedagógicas na adoção de EaD e suas variantes, bem como a  relação da adesão ao ensino remoto com o programa Future-se.

Durante a reunião realizada no dia 5, também foram destacados os desafios para a educação especial, licenciatura em Educação do Campo e para o Centro de Educação Infantil CRIARTE. Além disso, o GT vai abordar a pós-graduação e as condições de trabalho. “A adoção do teletrabalho e o ensino remoto aumentam a jornada não computada e trazem muitas outras implicações à categoria”, avaliou a presidenta da Adufes, Ana Carolina Galvão.

Políticas e condições de trabalho no Ensino à Distância. Políticas públicas, financiamento, gestão, condições de trabalho e formação de professores no Ensino a Distância (EaD) foram alguns dos temas debatidos no Seminário Nacional de EaD do ANDES-SN, em 2018. O evento ocorreu na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), cumprindo as resoluções do 37º Congresso da entidade. Assista ao vídeo do encontro aqui

Fonte: Adufes

ANDES